Adelina Apresenta: #MãosQueFazem Pintura, com Tatiana Stropp

A série #MãosQueFazem foi criada pela Adelina para que você possa descobrir um novo jeito de olhar para a produção artesanal e sentir o carinho através das coisas – por meio dos bastidores do gesto criador, conhecendo um pouco mais de quem está por trás dos objetos e obras que você encontra na Adelina Loja.

Hoje vamos conhecer um pouco mais sobre a produção pictórica da artista Tatiana Stropp.

Tatiana Stropp, 2016

Tatiana Stropp vem desenvolvendo um trabalho em pintura a óleo sobre placas de alumínio. Para construir essas pinturas, a artista usa um procedimento aparentemente simples: listras de cores feitas através de pinceladas contínuas. Esse processo resulta em diferentes listras coloridas que se sobrepõem e justapõem horizontalmente e verticalmente, com sutis alterações de transparência e opacidade sobre o suporte de alumínio, reflexivo e cujo as dobras tornam-se parte integrante da construção pictórica através do volume e sua relação com a luz mediada pelo pigmento das tintas.

Tatiana concluiu o curso de Bacharelado em Pintura pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná em Curitiba e, desde então, já esteve em diversas exposições e foi indicada por dois anos consecutivos ao prêmio PIPA.

O trabalho de Tatiana se caracteriza principalmente, pelo rigor. Ao parametrizar algumas das variáveis de seu processo, a artista acessa as potências mais sutis da criação pictórica: suas pinceladas são contínuas de uma extremidade à outra do plano metálico, cada camada colorida de tinta com transparência, atingem a opacidade pelo acúmulo não de pigmento, mas, sim, pelo acumulo de gestos – rigorosamente depositados sobre o suporte, respeitando o tempo de secagem de cada camada para a aplicação da próxima.

Tatiana Stropp em seu ateliê em Curitiba

O alumínio no trabalho de Tatiana é o veículo da tridimensionalidade não somente nas dobras – que descolam suas pinturas da parede, adicionando mais uma camada de cor atrás de si e conferem um aspecto escultórico a composição outrora plana – mas também no reflexo de sua superfície, que, ao rebater a iluminação natural, evidencia a espessura e opacidade das camadas de tinta, que se revelam através do contraste.

Suporte de alumínio no ateliê de Tatiana Stropp
Tatiana Stropp trabalhando em seu ateliê

Mais central ainda que o suporte, é, claro, o pigmento. Com extremo domínio das propriedades da tinta e, mais ainda, da cor, Tatiana cria pinturas que em seu campo produzem diálogos entre cores. Uma mesma cor transforma-se através da outra, e, à cada contaminação, sobreposição e justaposição, revela algo novo. Nesses pequenos espaços de encontro entre cores podemos contemplar o vocabulário pictórico com o qual Tatiana constrói cada uma de suas obras.

Sua extrema riqueza e sutileza nos confere um vocabulário rico a ser estudado – no qual espessura de camada, largura de pincelada, gesto, transparência e combinação de cor são elementos tão compositivos quanto poéticos.

Filtro de café fazendo as vezes de paleta para Tatiana Stropp em seu ateliê

Com um vocabulário tão extenso para conhecermos, suas pinturas em menor formato, sobre papel, são páginas de um glossário visual.

Conhecer mais sobre o processo de produção das obras de Tatiana é também dispôr-se a conhecer as obras em sua unicidade. Ao contempla-las, suas pinturas falam, invariavelmente, de gesto e processo. Como nas relações entre materialidade e criatividade descritas por Fayga Ostrower em “Criatividade e Processos de Criação”, no trabalho de Tatiana Stropp encontramos vestígios da força criativa da materialidade da tinta a óleo e alumínio mediadas pelo gesto da artista – pois o processo da pintura se dá em uma troca: ao manipular a cor, a cor revela a artista um novo aspecto de si, que se transforma em cada variação de ângulo e gesto, e à partir do qual ela criará a próxima relação, e assim consecutivamente, de maneira que cada faixa de cor revela o caminho para a próxima.

Detalhe do ateliê de Tatiana Stropp
Detalhe do ateliê de Tatiana Stropp

Observando o espaço de trabalho e o processo de Tatiana encontramos vestígios de seu rigor processual, nas trinchas e tintas organizadas, nas paletas que guardam registros das misturas de maneira quase documental.

Também fica evidente a importância da luz no processo como na obra final: as janelas abertas, o ambiente bem iluminado.

Tatiana removendo fita protetora de suporte pictórico

Fayga Ostrower também fala sobre os processos de criação: “Além dos impulsos do inconsciente, entra nos processos criativos tudo o que o homem sabe, os conhecimentos, as conjecturas, as propostas, as dúvidas, tudo o que ele pensa e imagina.”. Então, conhecer o processo criador de Tatiana é extremamente enriquecedor para apreciarmos sua obra.

E aí, gostou de conhecer um pouco mais sobre a criação pictórica de Tatiana Stropp? Encontre mais obras deles no site da Adelina e descubra tudo que a arte pode te proporcionar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.